Suspeito de matar detento em frente a presídio se entrega à polícia

O suspeito de ter matado um homem em frente ao presídio de Eunápolis em 10 de junho se apresentou à Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (25). Um adolescente de 16 anos, que estava acompanhado de um advogado, foi ouvido pelo delegado Cícero Feitosa e confessou o ato infracional equivalente a homicídio.

Segundo investigadores da 1ª Territorial, o jovem alegou que tinha uma rivalidade antiga com a vítima. No entanto, os policiais dizem que não acreditam nessa versão. Para eles, foi um crime de mando envolvendo facções rivais.

“Após divulgarmos na imprensa imagens de uma câmera do presídio que mostram o assassino aguardando a chegada da vítima, a polícia passou a receber denúncias anônimas sobre o endereço do suspeito”, contou um policial.

A polícia informou que já concluiu o inquérito e vai encaminhá-lo para o Ministério Público, que pode sugerir à Vara da Infância e Juventude a internação do menor em um centro de ressocialização para o cumprimento de medida socioeducativa. O jovem também pode ser liberado.

O crime 

Jhonatas Rodrigues dos Santos, de 23 anos, que havia sido beneficiado pela saída temporária de Corpus Christi, foi baleado antes de se apresentar ao sistema prisional. Ele morreu a poucos metros da portaria do presídio de Eunápolis.
Por Radar64