Pintor de Itabela é morto a tiros durante emboscada em Eunápolis

O pintor Itabelense, Valdir Braga Bredoff, morreu ao ser baleado momentos depois que o sobrinho saía da prisão na cidade de Eunápolis,na manhã desta quarta-feira (22). O carro em que eles estavam com mais três pessoas, foi alvo de tiros.


A suspeita é a de que o ex-interno seria o alvo de dois homens, que estavam em uma moto e conseguiram fugir, de acordo com a 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM).


Segundo a polícia, o carro tinha acabado de sair do presídio da cidade com Romário Bredoff de 22 anos, que cumpriu pena por roubo a uma fazenda em Itabela. Os dois ocupantes da moto teriam atirado diversas vezes contra o carro e depois fugiram. Valdir Bredoff, que não teve idade divulgada, foi atingida no pescoço, na cabeça e na região das costas, morrendo no local.


Um rapaz de 18 anos, que, segundo a polícia, é irmão do ex-detento e que também estava no carro, foi atingido e teve de ser levado para um hospital da cidade. Não há informações sobre o estado de saúde dele.


O condutor do carro, que não se machucou, disse à polícia que veio da cidade de Itabela para buscar o rapaz liberado da cadeia e que, após ter deixado o presídio com o ex-detento, passou a ser seguido pela moto de cor preta na BR-101. Ele afirmou, ainda, que, após perceber a perseguição, entrou na zona urbana da cidade para tentar fugir dos suspeitos. A PM informou que realiza rondas na região para tentar localizar os criminosos.

bahiadaadia