Jogadora de handebol de Porto Seguro precisar de apoio e ajuda financeira para continuar treinando em um grande Clube em São Paulo



O nome dela é  Gabriela Reis dos santos,17,começou a  jogar  futebol na Escolinha do Bach aos 10 anos de idade e após foi para o  Handebol com o professor Peã e praticava as duas modalidades e sempre foi se  dedicando muito ao esporte,  se preparando para os jogos e sendo muito focada no que fazia.
Então a garota Gabriela teve a indicação do seu antigo treinador Admilson Andrade para ir para São Paulo, treinar no Centro Olímpico   então em  julho de 2013 ela passou por uma peneira com mais de  70 meninas e foi aprovada porém não pode permanecer pois, no Clube não tinha alojamento e a jovem de apenas 15 anos  não tinha um lugar pra morar que fosse próximo ao clube.
No inicio de 2014 ela voltou  para São Paulo e  outra vez ela  aprovada  para jogar no time do SCCP - Sport Clube Corinthians Paulista, onde jogou futebol por 6 meses mas não estava em condições de se  manter lá pois gastava muito com condução, alimentação e aluguel e o clube não pagava, apenas  doou  uma bolsa para jogar no clube.
 E então teve que procurar algo em São Paulo para continuar o sonho no esporte e não desistir.  A jovem com sua determinação na capital paulista foi  no Clube do Centro Olímpico novamente fez   teste para jogar futebol e foi  reprovada, pois eles são bem rigorosos lá e não obteve  o rendimento para entrar no time, então ela procurou  o treinador de Handebol do Clube que  prometeu lhe dar uma chance para ver se ela  tinha jeito para o Handebol e no dia seguinte ela foi  fazer o teste e enfim, Gabriela foi aprovada.
 
O departamento Administrativo pediu a  documentação e os Exames Médicos e após tudo resolvido ela  foi   liberada para treinar.
Gabriela vem sendo um dos destaques dos  jogos e competições que participa em  um  jogo contra a equipe do São Caetano em 25 de outubro de 2014 teve a infelicidade de uma lesão, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho onde teve que passar por uma cirurgia e ficar um longo tempo de recuperação e até hoje continua  fazendo fisioterapia pois demorou 5 meses para conseguir uma vaga de cirurgia pelo SUS e ela esta  com 4 meses de pós-operatório e a previsão é que ela  voltará  a jogar no final de setembro  deste ano.
A jovem precisar de apoio e incentivo pois  o custo para se manter em São Paulo é muito alto e  financeiramente sua mãe não tem condições de arcar com as despesas a Família de Gabriela  mora  no Bairro Ubaldinão em Porto Seguro e vem tendo um apoio de seus familiares e uma tia que ajuda muito para ela não desistir desse sonho e continuar representando Porto Seguro -  Bahia em São Paulo  Gabriela é cariosamente chamada de Guerreira ela é  muito dedicada e sonha em faz  parte da Seleção Brasileira .

Se alguma empresa ou empresário queria ajudar um a Gabriela entra contato com a redação do site Ligeirinho No Esporte pelos telefones :  whatsapp (73)  9991 0223 /  8844 1014 /  9139 0018 

Por Ligeirinho No Esporte
Fotos arquivos pessoais