PF deflagra operação contra tráfico de entorpecentes

Em agosto, a polícia localizou e desmontou um laboratório de refino de cocaína, em Porto Seguro - Foto: Divulgação | Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) em Porto Seguro deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 24, a Operação Corsário, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico de entorpecentes no sul da Bahia.
Estão sendo cumpridos 22 mandatos de prisões preventivas e quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de Porto Seguro (a 705 km de Salvador) e Eunápolis (a 641 km da capital).
Durante as investigações, a PF, juntamente com Cipa Mata Atlântica, apreendeu 21 pistolas, dois fuzis de assalto, uma submetralhadora, cerca de mil munições de diversos calibres, aproximadamente 32 kg de cocaína em pasta base, além de cerca de R$ 20 mil pertencente a organização criminosa.
O material apreendido foi encontrado em uma propriedade de um português, localizada em uma ilha às margens do Rio Buranhém, no dia 18 de agosto.
Investigações preliminares
No dia 4, a polícia localizou e desmontou um laboratório de refino de cocaína, em uma casa no bairro Campinho, em Porto Seguro. Na ocasião, cerca de 20 kg de cocaína foram apreendidos. Três homens foram presos em flagrante.
As investigações também apontam que dois investigados na operação estavam envolvidos em um confronto com policiais federais no dia 30 de março deste ano, quando os criminosos usaram fuzis utilizados em roubo em estabelecimento bancários na região.
Os suspeitos são investigados pela prática de tráfico de entorpecentes, associação ao tráfico e tráfico interestadual, além de posse ou porte ilegal de arma de fogo.
Os presos na operação ficarão custodiados no presídio de Eunápolis e permanecerão a disposição do Juízo da Vara Crime de Porto Seguro.
PF apreendeu 21 pistolas,  munições  e 32 kg de cocaína (Foto: Divulgação | PF)


ATARDE