Preso em Eunápolis homem acusado de matar mais de seis pessoas

Policiais militares do PETO prenderam, no bairro Alecrim II, em Eunápolis, um homem que tinha mandado de prisão em aberto por assassinato e também é acusado de matar outras seis pessoas em Eunápolis. Altiere Amaral de Araújo, de 30 anos, que já vinha sendo monitorado por investigadores da Polícia Civil, participava de uma festa em uma casa no Caminho 26.

Conhecido por sua alta periculosidade, Altiere, o Leleu, também já cumpriu prisão pela morte do soldado PM Antônio Barbosa Rosa, de 26 anos, em abril de 2011, durante o assalto à Cesta do Povo em Barrolândia [distrito de Belmonte]. No roubo, um funcionário do estabelecimento também ficou ferido.

Segundo os policiais, Altiere participava de uma festinha entre amigos e não ofereceu resistência. O criminoso está preso na 1ª Delegacia Territorial de Eunápolis, onde foi ouvido na manhã desta quarta-feira (09) pelo titular Cícero Daniel Feitosa, que informou a participação dele em pelo menos seis homicídios, ocultação de cadáver, além de passagens por tráfico de drogas, assalto à mão armada e porte ilegal de armas.


O criminoso também é conhecido por ser especialista em fugas espetaculares. Numa delas, Altiere conseguiu escapar do fórum da cidade de Buerarema, no sul da Bahia, enquanto estava sendo ouvido pela justiça. Em outra ocasião ele fugiu da Cadeia Pública de Porto Seguro.

LONGA FICHA DE CRIMES
Em entrevista à reportagem do Radar 64, o delegado Cícero Feitosa informou a participação do preso em quatro homicídios praticados este ano no município de Eunápolis. A primeira vítima é um adolescente de 15 anos, executado no dia 23 de maio de 2015. Luan Talysson Ribeiro de Jesus trabalhava vendendo drogas para Altiere. Eles tiveram um desentendimento e o ‘patrão’ resolveu ir à forra montando uma emboscada para o adolescente.
De acordo com as investigações, “Altiere e mais dois homens convidaram Luan para um “rolê” de carro e o levaram até uma plantação de eucalipto, que fica próxima a uma granja, no distrito de Mundo Novo, zona rural de Eunápolis. Ali o jovem foi morto a tiros disparados pelo próprio Altiere. Em seguida, os três ocultaram o cadáver”. Apesar das diligências, a polícia ainda não encontrou o corpo de Luan.
ACERTO DE CONTAS
Investigações também apontam Altiere Amaral envolvido na morte de outro adolescente,Lucas Guimarães Moreira, de 16 anos. O crime aconteceu no dia 04 de julho de 2015, no Bairro Estela Reis. A vítima seria usuária de drogas e devia dinheiro ao grupo de Leleu.
Foto: Gustavo Moreira/RADAR 64
Altiere Amaral de Araújo, de 30 anos
A terceira vítima de Altiere, somente este ano em Eunápolis, é Wendson dos Santos, de 27 anos. A morte dele aconteceu no dia 30 de julho de 2015. Wendson foi executado com golpes de faca e pauladas. O crime ocorreu no bairro Vila Olímpica. Ele também era usuário de drogas e, segundo as investigações, devia dinheiro ao seu algoz.
VINGANÇA
O quarto homicídio está relacionado a uma vingança pela morte de um membro do grupo de Leleu, conforme informou o delegado Cícero Feitosa. Nádio Dias do Vale, de 52 anos, conhecido como ‘Zé homem’, foi executado no dia 16 de agosto passado. O corpo apareceu dois dias após o crime.
Tudo indica que ‘Zé homem’ teria despertado a fúria de Altiere e seus comparsas ao matar, em setembro de 2014, o adolescente Cláudio Bispo de Oliveira, de 17 anos. Desde então, segundo os familiares, ele vinha recebendo ameaças de morte. Os dois crimes aconteceram no Bairro Vila Olímpica.
VIVEIRO DA VERACEL
O delegado Cícero Feitosa informou que Altiere Amaral também está sendo investigado pelo envolvimento em mais dois crimes, inclusive uma tentativa de assalto, no dia 26 de maio, ao Viveiro da Veracel, às margens da BR 101, no Bairro Itapuã, em Eunápolis, quando um vigilante ficou ferido com um tiro no tornozelo.
O suspeito nega a participação em todos esses crimes.
Altiere Amaral de Araújo está custodiado na Delegacia de Eunápolis. Ele tem mandado de prisão temporária, expedido pelo juiz Otaviano Sobrinho de Andrade, da comarca de Eunápolis. O delegado informou que vai pedir a prisão preventiva do criminoso pelos outros quatro crimes.

Fonte:radar64