» » Plano de Manejo garante preservação do Recife de Fora




O Diário Oficial do Município publicou, no dia 21 de janeiro, um documento que inaugura um novo direcionamento nos rumos da preservação do patrimônio ambiental de Porto Seguro: o Plano Manejo do Recife de Fora. Resultado de um estudo detalhado de um dos mais ricos ecossistemas de corais do planeta, o plano, realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, durou cerca de um ano e meio para ser concluído, envolvendo uma grande equipe de profissionais, entre biólogos, oceanógrafos, ecólogos e engenheiros florestais. 



A partir dos dados coletados, qualquer atividade, turística ou econômica desenvolvida no local, deve seguir à risca as orientações que estabelecem regras como número de visitantes – no máximo 400 por dia; locais onde as escunas e barcos podem ancorar; locais apropriados para mergulho; piscinas naturais onde é permitido e onde é proibido o acesso, entre outras. De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Bené Gouveia, o Plano de Manejo do Parque Marinho do Recife de fora é o segundo concluído no Brasil, depois do de Abrolhos.

Radiografia

Segundo ele, o estudo, com suas 400 páginas, representa uma certidão de nascimento do parque e além de dar maior visibilidade ao precioso ecossistema de corais, funcionará como o pontapé inicial para a captação de recursos e o desenvolvimento de uma série de projetos no local. “Agora podemos dizer que temos uma radiografia completa do Recife de Fora, que faz parte da mesma cadeia de corais de Abrolhos, o mais rico do Atlântico Sul, que abriga 18 das 22 espécies existentes no mundo. Um patrimônio ambiental valioso, que ganha agora um importante instrumento para sua preservação”, salienta.


Secretaria Municipal de Meio Ambiente

Ascom – Prefeitura de Porto Seguro

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar Esta Notícia

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.