A Historia de Jipe



Ele se chamava Afrânio Batista de Queiroz, mas ninguém o conhecia por esse nome. Sua história, porém, é conhecida por todos em Itabuna e cidades da região, assim como o apelido que carregou por toda a vida: “Jipe”.

Conta a história – ou lenda – que Afrânio enlouqueceu depois que seu pai lhe prometeu um jipe e não cumpriu a promessa. Depois disso, ele passou a correr por toda a cidade e até pelas estradas, emplacado e buzinando como se fosse o próprio veículo. Seus olhos eram faróis e os pés eram pneus.

Há muitos anos, Jipe estava “na garagem”, ou melhor, recolhido ao Abrigo São Francisco de Assis, em Itabuna. Há 15 dias, foi internado no Hospital de Base, onde faleceu (ele preferiria “bateu o motor”) nesta manhã de quarta-feira, 31 de março de 2010 aos 92 anos. Era um modelo 1918.


A matéria foi publicada pelo blog Pimenta  em 2010, nossa reportagem está replicando porque muitas pessoas que moram na Costa do Descobrimento, conhece a historia de Jipe, mais ainda não tinha conhecimento da sua morte.

Fonte Pimenta blog
Foto R2cpress


,