» » » » PF cumpre 9 mandados de prisão contra lavagem de dinheiro do tráfico, um preso é de Porto Seguro


Nove mandados de prisão foram cumpridos pela Polícia Federal na Bahia, São Paulo e Mato Groso do Sul, durante a "Operação Cutelo", em combate ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.
A ação é um desmembramento da "Operação Velho Mundo", que prendeu um empresáriocasado com a cantora de axé Viviane Tripodi. Segundo a PF, o foco da nova operação foi a lavagem de dinheiro movimentado pelo tráfico de drogas.
"Identificamos uma empresa que estava recebendo valores vultosos para fazer ocultação dos valores e identificamos veículos de luxo usados para que esse dinheiro fosse legalizado. Os veículos eram levados para o Mato Grosso do Sul, provavelmente para servir de moeda de troca para compra de drogas", explicou o delegado André Rocha, responsável pela investigação.
Em Salvador, houve um mandado de prisão temporária cumprido contra um suspeito de movimentar dinheiro e ser o "braço direito" do operador, o administrador da fazenda Tripolândia. A propriedade fica em Jaguaquara, sudoeste do estado, e pertence à família da cantora Viviane Tripodi.

"Temos fortes suspeitas de que os fornecedores da droga estão em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e têm capacidade de operar grandes somas de dinheiro e montantes significativos de droga. A Bahia era o principal destino da droga e temos suspeita de que uma parte era para o Sergipe", disse o delegado.
Entre os mandados de prisão cumpridos nesta quinta-feira, cinco foram de prisão temporária contra homens já detidos na última operação, e que estão no presídio de Jequié, também na região sudoeste. Também foram cumpridos um mandado de prisão preventiva em Porto Seguro e outro em Ponta Porã (MS), onde também foi cumprido um mandado de prisão temporária.
As informações são que o preso em Porto Seguro foi Diego Colares Frossard.
A PF também cumpriu dois mandados de condução coercitiva em duas cidades do estado de São Paulo e um em Porto Seguro.  Os presos vão responder pelos crimes de associação ao tráfico e lavagem de dinheiro.
Carros de luxo foram apreendidos durante operação na Bahia (Foto: Alan Tiago Alves/G1)Carros de luxo foram apreendidos durante operação
na Bahia (Foto: Alan Tiago Alves/G1)
"Velho Mundo"
Carros de luxo foram apreendidos durante a operação Velho Mundo, da Polícia Federal, que prendeu em flagrante um empresário de 29 anos e outras cinco pessoas com mais de uma tonelada de maconha e cocaína em uma fazenda de Jaguaquara, cidade no sudoeste da Bahia, no dia 12 de maio.
O empresário preso é casado com a cantora Viviane Tripodi, com quem tem dois filhos. A PF não informou a quem pertecem os carros apreendidos: uma BMW, uma Hilux, uma SW4 e um Ford Ranger. Ainda conforme a PF, o empresário é conhecido em toda a Bahia pela atuação no tráfico de drogas e, assim como outros integrantes do grupo, já havia sido preso por conta do mesmo crime.
Droga apreendida em fazenda na Bahia (Foto: Alan Tiago Alves/G1)PF apreendeu mais de uma tonelada de droga
durante operação.(Foto: Alan Tiago Alves/G1)
Segundo a PF, a fazenda, chamada de Tripolândia, era utilizada pela quadrilha para estocar drogas antes dos entorpecentes serem distribuídos a compradores de cidades baianas e diversos estados do país. Somente na propriedade, foram encontrados cerca de 800 kg de maconha em tabletes prontos para a venda.
Drogas também foram achadas em uma van plotada como ambulância de resgate do Corpo de Bombeiros (400 quilos de maconha) e em um galpão utilizado pela organização criminosa (69 quilos de cocaína), situado no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. A van 'disfarçada' de ambulância tinha fundo e teto falsos, onde estava a droga, e saiu da cidade de Porto Seguro com destino à Jaguaquara, onde foi flagrada.
Van plotada como ambulância era usada para transportar as drogas (Foto: Divulgação/Polícia Federal)Van plotada como ambulância era usada para
transportar as drogas (Foto: Divulgação/
Polícia Federal)
Na ocasião, Elza Tripodi, mãe da cantora Viviane, afirmou estar surpresa e chocada com a notícia. Segundo ela, o genro vinha administrando a fazenda desde 2015, mas ninguém da família sabia do envolvimento dele com o tráfico. No local, a polícia também diz ter encontrado um revólver calibre 38.
A Polícia Federal disse ainda que só há indícios de prática de crime contra os seis presos, mas o órgão informou que outras pessoas também são investigadas. A PF não citou nome de nenhum suspeito.
A operação também cumpriu mandados de busca e apreensão nos municípios de Eunápolis e Porto Seguro, no sul do estado. A PF informou que a ação é fruto de uma investigação iniciada há mais de dois meses com o objetivo de desarticular a organização criminosa, que tem como principal atividade ilícita o tráfico de entorpecentes.
por g1

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

1 comentários:

  1. Prezado autor, é de interesse geral que sejam citados os presos e os conduzidos coercitivamente pela prestimosa Polícia Federal.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.