» » » EMPREENDEDORISMO AUMENTA NO INTERIOR DA BAHIA


Um dos principais efeitos da crise econômica é o aumento no número de pessoas que trabalham por conta própria. Nos três primeiros meses de 2014, o número chegava a 20,9 milhões. No mesmo período de 2015, passou para 21,7 milhões. Este ano, já ultrapassou os 23 milhões, segundo o IBGE.



Levantamento feito pelo Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) mostrou que 35% das matrículas realizadas no interior da Bahia em 2016 foram feitas em cursos de áreas ligadas ao empreendedorismo, como Administração e Ciências Contábeis.



“É interessante notar o papel que a educação a distância pode ter em momentos como esse que vivemos no Brasil. Essa modalidade oferece opções mais econômicas do que os cursos presenciais e ainda permite que os alunos-empreendedores possam adequar os estudos com a mesma qualidade, à sua rotina”, avalia Guilherme Marback, reitor da instituição.

Das 25 cidades com polos de educação a distância da Unijorge, 22 registraram inscritos no curso de Administração e 20 tiveram inscritos no curso de Ciências Contábeis.

“Esses cursos também ajudam a expandir o número de profissionais com ensino superior nas cidades do interior. Serão pessoas que atuarão no comércio local, apoiando empreendimentos próprios, de familiares ou da comunidade onde vivem”, completa Marback.


FIQUE ATENTO

A Unijorge oferece polos de educação a distância em 25 cidades baianas, com cursos de Pedagogia, Serviço Social, Recursos Humanos, Logística, Administração, Ciências Contábeis entre outros. Mais informações sobre os próximos processos seletivos, estrutura dos cursos e mensalidades podem ser obtidas no site www.unijorge.edu.br, ou pelo telefone 0800-071-1121 (gratuito).

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar Esta Notícia

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.