» » » » Empresário Carioca escreve Crônica após deixar o Rio de Janeiro para viver em Caraiva


Vitor tem  35 anos, é formado em Tecnologia da informação viveu todo tempo na  Tijuca no Rio de Janeiro e se mudou para  Caraíva em Junho desse ano, onde se apaixonou pelo pequeno vilarejo no Costa do Descobrimento em Porto Seguro.


Segue abaixo a Crônica.

Querida Guanabara, precisamos conversar.

Sei que sua vida anda muito agitada.. com festas olímpicas, muitas visitas e novos amores. E que provavelmente você nem deu falta da minha ausência ainda. Mas precisamos discutir nossa relação.

Antes que escute os boatos já quero dizer que tenho te traído sim e... estou cada vez mais apaixonado.

Tem sido uma sensação ótima essa nova relação. E embora eu saiba que vocês nunca vão se cruzar, vejo muitas semelhanças entre vocês duas. Ambas são lindas, acolhedoras, mágicas e nuas.

Você sabe que antes mesmo dessa traição, nossa relação já não andava boa. Tirando aqueles nossos encontros em cachoeiras e matas da floresta da tijuca, nada mais era prazeroso pra nós como já foi um dia.

Sou muito grato a tudo que vivemos e tudo que você me ensinou. Pelas pessoas que você me apresentou e etc. Tudo que sou hoje eu devo a você e as experiências que me proporcionou. Gratidão.

Mas em algum momento a nossa chama foi se apagando. Você tornou-se mais violenta. Mais impaciente. As pessoas que você me apresentou foram se tornando mais rabugentas, negativas e consumistas. O seu nível de exigência formou doenças piscicologicas e físicas em tanta gente, sabe? Sua velocidade atropelou valores e solidariedades, sobrando apenas ambição e disputa.

Mas não te culpo de nada... o problema da relação sou eu. Você continua seguindo sua linha evolutiva e seu progresso, mesmo que sem ordem. Eu é que não tinha mais forças pra te ajudar nessa corrida.

Espero que você acredite que es um organismo fantástico.. que ainda vai cativar e apaixonar muita gente. Que quem estiver com você vai ser um cara muito sortudo.

Acredite também que ainda te amo. Muita coisa. Sinto saudades quase todos os dias de você e de tudo que você me oferece. Muita saudade dos nossos amigos em comum e da nossa família. Mas por agora não vejo como, e nem porque continuarmos tentando fazer essa relação desgastada dar certo.

Esse meu novo amor tem tudo que preciso pra continuar minha evolução e progresso como pessoa. Ela é atenciosa e solidaria. Simples e extravagante. Ela tem me apresentado pessoas fantásticas e pode me dar uma troca de energias que você não já conseguia mais.

Ela me põe pra trabalhar duro com uma mão enquanto me faz carinhos incríveis com a outra. E isso eu não tinha mais de você.

Não fique chateada comigo. Muito menos com meu novo amor. Ambos torcemos pro seu sucesso e estamos de braços abertos para receber seus amigos e vizinhos. Desculpa estar me afastando mas tenha paciência porque ainda tem grandes chances de um dia eu voltar pros seus braços.

Quem sabe quando eu estiver pronto.

Mas hoje meu amor se chama Caraíva.

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

4 comentários:

  1. Sorte nossa que mais um tenha mordido a maçã... Seja bem vindo!! Desfrute do seu novo amor.

    ResponderExcluir
  2. Feliz e quem pode chutar o pau da barraca, literalmente. Q tudo corra bem para o carioca felizardo

    ResponderExcluir
  3. Nossa muito legal, amei... Me identifiquei muito com o texto, pois sofro da mesma dor. Também sou Carioca, amo minha cidade, porém há 1 ano e 4 meses saí dessa vida agitada para morar em Porto Seguro.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.