» » » » Permanente luta conta a AIDS


A Secretaria de Saúde de Porto Seguro, em ação conjunta com o Departamento DST/AIDS e Hepatites Virais realizarão quinta feira, 1º de dezembro, relevantes ações no Dia Mundial de combate à Aids, com o objetivo de intensificar o engajamento social sobre a necessidade permanente de prevenção à doença que, de acordo com levantamento da Unaids, Programa da Organização das Nações Unidas, revela que aumentou o número de pessoas vivendo com Aids no Brasil. Entre 2010 e 2015, o índice de infectados saltou de 700 mil para 830 mil pessoas. O aumento foi de 18%. Atualmente, a doença é a causa de 15 mil mortes por ano no país.



Programação em Porto Seguro

No período da manhã, a partir das 10h, será realizado Pedágio da Prevenção, na Rua 22 de Abril e entorno da Balsa, com a distribuição de preservativos e orientações educativas quanto os meios de contaminação da doença e método preventivo.

Às 14h30, a programação contará com a realização do 4° Festival de Paródias da Companhia de Arte Ed Aquino composta por adolescentes. O evento acontecerá na Casa de Show Bombordo, tendo a exibição de músicas conhecidas do grande público, adaptadas com temas relacionados à prevenção da AIDS.


Para a Secretária de Saúde, "é de suma importância enfatizar o trabalho sistematicamente realizado em Porto Seguro, por meio do Departamento DST/AIDS e Hepatites Virais, por ser uma das referências na assistência aos portadores de HIV/AIDS no extremo sul da Bahia. Temos atuado oferecendo tratamento especializado aos portadores das doenças sexualmente transmissíveis, a fim de promover melhor qualidade de vida aos pacientes, bem como fomentando contínuas ações em toda rede de saúde, visando a prevenção e, consequentemente, rompendo a cadeia de transmissão mediante comportamentos de risco, que devem ser evitados, e expõem ao contágio”, declara.

Ascom-Secrteria de Saúde

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar Esta Notícia

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.