Polícia prende suspeitos de matar compositor de Léo Santana e Igor Canario



A polícia prendeu um homem e apreendeu um menor suspeitos de envolvimento na morte do cantor e compositor Felipe Yves, de 21 anos, encontrado na segunda-feira (6), em um matagal no bairro de Boca da Mata, em Salvador.


De acordo com o delegado Guilherme Machado, responsável pelo caso, os suspeitos foram localizados na manhã desta quarta-feira (8), no bairro de Cajazeiras.

Segundo informações do G1, parentes da vítima revelaram que traficantes enviaram fotos e audios com "deboches" sobre o crime.

"As pessoas debocharam mandando áudio, dizendo que tinham matado ele. Tiraram fotos. Ele foi amarrado a uma árvore, como se fosse um bicho, sem direito de defesa", afirmou Petrusca de Jesus, a prima de Felipe.

De acordo com a publicação, o DHPP já pediu à Justiça a prisão preventiva de Ueslei Silva Sarinho, de 22 anos. Segundo a polícia, o suspeito era o responsável pelo tráfico na região.

“Ueslei era alvo nosso, já vinha sendo investigado pelo DHPP e tinha mandado de prisão em aberto”, disse o delegado.

Crime

Na segunda-feira (6), Yves teria ido ao bairro de Boca da Mata para visitar uma amiga, quando foi abordado pelos traficantes. Na tentativa de se livrar da situação, ele teria dito que era primo de um traficante da localidade. No entanto, o homem citado era rival do grupo. A polícia acredita que essa confusão teria motivado o crime.

"Quando você chega a um lugar que tem guerra de gangues as pessoas te conhecem e aí vem uma pessoa de fora e pergunta: você é de onde? Você veio de onde? E por mais que ele tenha dito que não tinha nenhum envolvimento, não acreditaram", disse a prima de Felipe, Petrusca de Jesus.

Por Djalma Santos
Compartilhar no Google Plus

Redator Obaianao

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.