PM é achada morta em matagal na Bahia; namorado confessou crime

Uma subtenente da Polícia Militar da Bahia foi encontrada morta em um matagal na cidade de Conceição da Feira, a cerca de 120 km de Salvador, na noite de sexta-feira (31). De acordo com a polícia, um homem que afirmou ser namorado da vítima confessou o crime e foi preso em flagrante. O corpo foi encontrado enrolado em um lençol, na Serra do Tapuma, local de difícil acesso. As informações são da 1ª Coordenação de Polícia do Interior (Feira de Santana).
Corpo da subtenente foi achado enrolado em um lençol em matagal na Bahia (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)Corpo da subtenente foi achado enrolado em um
lençol (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Conforme a polícia, a PM Wagna Andrade Soares, de 47 anos, foi morta a golpes de barra de ferro. De acordo com a polícia, as informações iniciais são de que o suspeito, Igor Tosta Lopes, de idade não divulgada, e a vítima discutiram antes do crime. Ele teria colocado o veículo da policial à venda, o que pode ter motivado a briga, informou a polícia.
A subtenente Wagna desapareceu de Feira de Santana, município vizinho ao que o corpo dela foi encontrado, na manhã de sexta-feira. Ao ser informada por amigos da vítima, a polícia iniciou as investigações e encontrou o carro da PM no estacionamento de um supermercado, perto da rodoviária da cidade.
Os policiais apuraram que um homem havia estacionado o veículo da vítima no local e, com informações de características dele, foram em busca do suspeito. O namorado da PM, Igor, foi localizado em um hotel de Feira de Santana e confessou ter matado a subtenente. Ele indicou a localização do corpo.
Em uma casa em São Gonçalo dos Campos, município vizinho, foram encontrados objetos pessoais da vítima. O suspeito está preso na 1ª Coorpin, em Feira de Santana.
Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte da policial e informou que a subtenente trabalhava no Colégio da Polícia Militar de Feira de Santana. Não há informações sobre o sepultamento da vítima.
Igor confessou ter matado a PM e disse que mantinha um relacionamento com a subtenente. Bahia (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)Igor confessou ter matado a PM e disse que mantinha um relacionamento com a subtenente (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Carro da PM foi encontrado no estacionamento de um supermercado, na Bahia (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)Carro da PM foi encontrado no estacionamento de um supermercado (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
Por G1
Compartilhar no Google Plus

Redator Obaianao

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.