Mais um homicídio foi para as tristes estatísticas violentas de Belmonte. O fato aconteceu nessa quarta-feira (10/05), por volta das 22:00 horas quando um homem identificado pelo nome de Gildoberto do Amparo Souza (34 anos), mais conhecido na cidade pelo apelido de Gil Dançarino, foi atingido por um disparo de arma de fogo no lado esquerdo do peito na Travessa Duque de Caxias. Gildoberto foi atendido pelo Samu, mas não resistiu ao ferimento e morreu ainda no local.


De acordo com informações colhidas, Gildoberto foi atingido por um disparo desferido por uma mulher identificada pelo nome de Fernanda. A agressora queria atingir uma desafeta identificada pelo nome de Daise Ferreira Silva, mais conhecida na cidade como Dal. Daise, que conseguiu escapar do atentado contra a sua vida, contou aos policiais que estava na porta de sua residência juntamente com Gildoberto e duas pessoas de nomes Neldes e Adeane quando se aproximou Fernanda acompanhada pelas pessoas de Amanda Santos Dias e Diego Lins. Nesse momento, segundo Daise, Fernanda surpreendeu a todos sacando uma arma e efetuando um disparo contra a mesma. Daise então contou que conseguiu escapar da agressão, mas o tiro acabou atingindo Gildoberto que caiu desacordado.
Amanda Santos Dias (18 Anos)e a menor de16 Anos) Capturadas Por Envolvimento No Homicídio De Gildoberto E Acusadas De Ligação Com O Tráfico De Drogas Na Cidade.
De posse das informações, os policiais militares efetuaram diligências pela cidade chegando à residência de Amanda Santos Dias onde foi encontrada a sua irmã menor de16 anos. No local, que é conhecidamente um ponto de tráfico de drogas, foram encontradas 04 buchas de maconha e uma cápsula deflagrada Cal. 32 que acredita-se pertencer à arma usada no homicídio de Gildoberto. Os policiais continuaram com as buscas e encontraram Amanda (18 anos) andando pelas ruas do centro da cidade.
Menor de 17 Anos) E Diego Lins. Suspeitos De Envolvimento Com O Homicídio Sofrido Por Gildoberto E Acusados De Ligação Com O Tráfico De Drogas Em Belmonte
Ainda em operação, os policiais receberam a denúncia de que Fernanda estaria em uma residência localizada na Biela. Chegando ao local a guarnição encontrou a menor outra menor de  17 anos de .Na residência ainda foram encontradas 15 pedras de crack embrulhadas e prontas para o consumo e um cachimbo para o uso da droga. A menor informou aos policiais que não tinha visto Fernanda. As buscas continuaram e os policiais ainda prenderam a pessoa de Diego Lins. O mesmo foi encontrado na ponte que dá acesso ao Bairro Bom Jardim e informou que não sabia o destino que Fernanda tomou após ter cometido o crime.

Todas as pessoas capturadas, bem como os materiais apreendidos, foram levados para a Delegacia Territorial de Belmonte. As forças policiais ainda informaram que as diligências continuam a acontecer no intuito de capturar a acusada de efetuar o disparo que tirou a vida de Gildoberto.

Fonte: Maisbn
Compartilhar no Google Plus

Redator Obaianao

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.