Mutirão de Cirurgias Eletivas alcança êxito em Porto Seguro



Mais de 684 pacientes de Porto Seguro e região já foram beneficiados pelo Mutirão de Cirurgias Eletivas, proveniente da atuação conjunta entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Porto Seguro. O projeto Mais Saúde, Menos fila entra no 38 dia de execução no município nesta segunda feira, 30/05, realizando procedimentos cirúrgicos de hérnia, vesícula e histerectomia, no Hospital Deputado Luis Eduardo Magalhães.


A Prefeita Cláudia Oliveira visitou a unidade hospitalar, contando com a presença da Secretária de Saúde, Edna Alves. Estiveram presentes o Superintendente da SESAB, Jassicon Queiroz, representando o Secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, a Diretora do HDLEM, Ana Kércia e o Diretor Técnico, Dr Rodrigo Carvalho. Durante o encontro, a prefeita conversou pessoalmente com os pacientes que estavam aguardando para serem submetidos a cirurgia e fez questão de acompanhar a realização de um dos procedimentos no centro cirúrgico.


Segundo a Prefeita Cláudia Oliveira, a viabilização das cirurgias eletivas em Porto Seguro e região favorece a redução da fila de espera, contribuindo para o maior alcance de pacientes, em importantes especialidades médicas. “É uma demanda muito grande que existe na região e nós temos a oportunidade, em parceria com o Governador Rui Costa, agilizar número importante de cirurgias, beneficiando tantas pessoas. Para mim, é muito bom vir hoje aqui e ver a satisfação dos pacientes, conversar com eles e receber palavras de tanto carinho e agradecimento", enfatiza.

Estão previstas 900 cirurgias eletivas no fechamento da etapa do mutirão em Porto Seguro. O Superintendente da SESAB, Jassicon Queiroz, elogiou a atuação da administração municipal, ressaltando o envolvimento e dedicação. "Agradeço a Prefeitura de Porto Seguro, ao Hospital Luís Eduardo Magalhães, foi uma das etapas que mais tivemos acolhimento e dedicação extrema, sendo fundamental para o grande êxito que estamos obtendo. Nós estamos muito felizes em Porto Seguro sediar o projeto. Os pacientes estão radiantes, eu me emociono muito com a parceria firmada, a humanização oferecida e satisfação dos pacientes", descreve.

Aos 17 anos, Jaqueline Silva, acompanhada da mãe, demonstrava expectativa para a realização da cirurgia de vesícula. “Não vejo a hora de ir fazer a cirurgia. Sei que agora faltam apenas alguns minutos. Sentia muitas dores, mas finalmente hoje tudo ficará bem. Estou bastante contente”, afirma.


, ,