Criança é internada com suspeita de doença transmitida por carrapato após achar inseto na cabeça na BA



Uma criança de 3 anos foi internada em Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, com suspeita de febre maculosa, que pode muitas vezes ser transmitida pela picada de um carrapato. A suspeita foi levantada após a criança se queixar de uma dor e os pais encontrarem um carrapato na cabeça dela.

O carrapato encontrado na cabeça da menina é da espécie "estrela", que geralmente aparece em animais de grande porte como bois e cavalos. A doença causa, entre outros sintomas, náuseas, febre alta, erupções nas mãos e nos pés.


O pai da criança contou que a menina começou a passar mal no dia 16 de julho, quando teve febre de 40 graus. Ele também disse que a criança teve diarreia e vômito. Primeiro, os pais disseram que acharam que a criança tinha comido algo que não tinha feito bem. No entanto, no dia seguinte, a menina piorou e acabou sendo internada no Hospital da Criança, onde a suspeita da febre maculosa foi levantada.
Após isso, vizinhos da família da criança, que moram no bairro Santo Antônio dos Prazeres, ficaram preocupados com o risco de serem também contaminados.

Uma amostra de sangue da criança foi recolhida e encaminhada para a Secretaria Municipal de Saúde, que já enviou o material para análise do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), localizado em Salvador.

O resultado do exame deve ficar pronto entre 30 e 40 dias. A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou que nunca foi registrado no estado casos de febre maculosa. A família da criança disse que a menina passa bem e que deve ter alta médica na quinta-feira (3).

Por G1