Queda de fio de alta tensão provoca explosão e incêndio em Barrolândia.


fiocaidobarrolandia00001
Mais um fio de alta tensão se desprendeu dos postes da COELBA e causou um blackout em todo o distrito de Barrolândia. O fato aconteceu em frente à Cerâmica Santa Luzia, às margens da BA-275, no começo da tarde dessa terça-feira (25/07) e a explosão foi tão forte que deu para ser ouvida há uma grande distância. A descarga elétrica também causou um pequeno incêndio na vegetação rasteira localizada logo embaixo dos postes de sustentação dos cabos. Felizmente não passava ninguém na hora do ocorrido, mas o fato mostra que a COELBA e a ENGELMIG necessitam urgente fazer um estudo mais apurado da rede elétrica e trocar a fiação velha que está causando riscos às pessoas daquela comunidade.
mosaico_fiodealtatensao
Acidentes com fios elétricos deixam a população assustada.
A população de Barrolândia já anda assustada com as condições da rede elétrica que alimenta o distrito por causa do incidente da queda de um fio de alta tensão que atingiu 04 crianças que estavam na porta do Colégio Municipal ACM no último dia 05/07. Felizmente as vítimas foram resgatadas com vida, passaram por cirurgias corretivas para as queimaduras causadas e hoje passam bem. Além dos perigos causados pela fiação velha, os moradores ainda reclamam das recorrentes quedas de energia.
Imagens da queda de um fio de alta tensão que atingiu quatro crianças em frente ao Colégio Municipal ACM - Arquivo +BN
Imagens Da Queda De Um Fio De Alta Tensão Que Atingiu Quatro Crianças Em Frente Ao Colégio Municipal ACM – Arquivo +BN
A COELBA já comunicou por nota que vem fazendo reparos na rede elétrica de Barrolândia e há poucos dias uma equipe da ENGELMIG, empresa terceirizada que presta serviços à concessionária, esteve nos distritos para consertar os postes estragados mostrados por nossa reportagem. A COELBA ainda comunicou que os moradores devem notificar todos os problemas detectados na rede elétrica através do 0800 071 0800 ou pelos outro canais de comunicação disponibilizados pela empresa.Fotos: Djalma Pontes – Jornal de Belmonte