Governo da BA reconhece situação de emergência em Belmonte após prejuízos provocados por erosão


O governo da Bahia reconheceu situação de emergência do município de Belmonte, localizado no extremo sul do estado, por conta de prejuízos causados por erosão provocada pelo mar na área litorânea. No último final de semana, a força das ondas derrubou um poste, árvores e levou uma grande quantidade de areia para a parte de cima da praia.

A homologação do estado de emergência, que tem prazo de 180 dias, contados a partir de 13 de setembro, quando a prefeitura municipal decretou a situação emergencial, foi publicada na edição desta quarta-feira (27) do Diário Oficial do Estado (DOU).
A erosão costeira, segundo a prefeitura municipal, tem afetado o turismo local. A Praça do Mar Moreno foi tomada pela areia. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Meio Ambiente e Defesa Civil informou que tem realizado ações para conter a erosão. Uma equipe usou um trator e colocou barreiras de areia e pedras para conter a força do mar. Apesar da devastação, o avanço do mar não deixou pessoas feridas.
Um relatório sobre a situação do município foi elaborado pela Defesa Civil do Estado e encaminhado para o Ministério da Integração Nacional, que pode também homologar, no âmbito federal, a situação de emergência. Caso isso ocorra, a prefeitura de Belmonte espera receber verbas dos governos estadual e federal para arcar com os prejuízos.
Erosão provoca estragos na orla de Belmonte, na Bahia (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)Erosão provoca estragos na orla de Belmonte, na Bahia (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)
Erosão provoca estragos na orla de Belmonte, na Bahia (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)
Por:G1

, ,