Estudantes são ouro e prata nas Olimpíadas Brasileira de Matemática



501 estudantes de escolas públicas de todo o país, participaram na terça-feira do último dia 14 de novembro, da cerimônia de premiação da 12ª Olimpíadas Brasileira de Matemática (OBMEP/2016), realizada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, organizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada – IMPA. Ainda em sua 13ª edição, a maior olimpíada estudantil do país, destinada a alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, não está definida em 2017.



Já concluída, a 12ª edição/2016 reuniu concorrentes de 99,6% dos municípios brasileiros. Dentro da cerimônia de premiação, além dos 501 medalhistas de ouro, 1.500 conquistaram a medalha de prata; 4.500 ficaram com a medalha de bronze e ainda 42.482 foram agraciados com menções honrosas.

Protagonistas de uma mesma história, os estudantes do 8º ano da Escola Municipal Bela Vista, Kauan Bonatto (medalha de ouro) e Sara Sandri (medalha de prata) receberam a premiação Nacional que contou com a presença de representantes dos ministérios da Educação e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, do diretor-geral do IMPA, Marcelo Viana, do diretor-ajunto do IMPA e o coordenador nacional da OBMEP, o senhor Claudio Landim, além de autoridades do meio acadêmico.

“Matemática é uma disciplina incrível e as pessoas precisam entender a importância dos números para acabar com esse preconceito de que cálculo é difícil. Sabemos que ela já está em nosso dia a dia, desta forma precisamos apenas reconhecer a necessidade e importância de aprendermos e leva-la para o nosso cotidiano”, afirmou o medalhista de ouro Kauan Bonatto.

Destaque, a influência relevante nas conquistas dos estudantes teixeirenses indicados para a premiação 2016, as aulas do professor mestre em matemática Rodrigo Duarte, que com dedicação tem se colocado à disposição da escola, para ir além das aulas ministradas em sala de aula, utilizando-se até, do reforço escolar em turnos opostos, ajudando assim no desenvolvimento dos estudantes que todos os anos têm em desperto, o interesse na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP.

“É uma sensação inesquecível, tem muita gente competindo e eu consegui ser premiada, então é especial”, disse eufórica a estudante que conquistou a medalha de prata Sara Sandri.



Fonte: Teixeira News

,