Proerd chega a colégio indígena no Sul da Bahia



Com o objetivo de prevenir o uso de drogas e da violência entre crianças e adolescentes, policiais militares do Comando do Policiamento da Região Sul (CPRS) e da 62ª CIPM realizaram na manhã desta quinta-feira (30), uma palestra sobre o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), para 350 alunos do Colégio Estadual Aldeia Indígena Caramurú Paraguaçu em Pau Brasil.



Durante o evento, policiais militares capacitados pelo PROERD explicaram as crianças como funciona o programa, que será ministrado para os alunos da aldeia indígena em 2018.

Para o comandante da 62ª CIPM, capitão PM Ricardo Penalva a palestra foi importante para explicar sobre o PROERD e também estabelecer uma relação mais próxima com a comunidade. “Essa foi uma palestra inicial sobre como funciona o programa, e para que as crianças entendam a importância de dizer não as drogas e a violência e também uma oportunidade de aproximação entre a PM e a comunidade indígena”, enfatizou.

O Proerd é um programa com caráter social preventivo, posto em prática pela PMBA, que faz um trabalho de conscientização com alunos desde a educação infantil até os que cursam o 7º ano do ensino fundamental das escolas públicas e particulares.

Em 2017 a Polícia Militar já capacitou 75 mil jovens, chegando à marca de 500 mil formandos desde que o programa foi implantado na Bahia, em 2003.

DPT: Comunicação Social

,