Comissão de vereadores e secretaria de Meio Ambiente encontram crimes ambientais nas imediações do Hotel La Torre, em Porto Seguro



Foram identificados abusos como poluição sonora, utilização irregular de área pública, chorume e até utensílios de cozinha transportados em carrinho de mão no meio da rua. Ação será encaminhada às Secretarias de Saúde Pública, Obras e ao Ministério Público. Empresário italiano Luigi Rotunno já responde ação semelhante no MPF.


Uma comissão da Câmara Municipal de Porto Seguro e viaturas da Secretaria de Meio Ambiente do Município encontraram crimes ambientais em vistoria realizada nas imediações do Hotel La Torre, localizado na Praia do Mutá, na manhã dessa terça-feira, 24 de abril. 


Participaram da Comissão os vereadores Robson Vinhas (PCdoB), Wilson Machado (PSC) e Dino Santiago, do Pros. Através de registros fotográficos (disponíveis em anexo) os parlamentares e os fiscais de Meio-Ambiente vão notificar o proprietário do Hotel La Torre, o italiano Luigi Rotunno. 


A denúncia será encaminhada também ao Ministério Público do Estado. Luigi, como pessoa física, e o Hotel La Torre, como ente jurídico, já respondem uma ação semelhante, no Ministério Público Federal (MPF), por utilização indevida de área pública e ocupação irregular da orla. 


De acordo com o vereador Wilson Machado, a Câmara Municipal recebeu as denúncias e foi em loco apurá-las. Na visita, ele disse que foram "averiguadas muitas irregularidades", e que quatro secretarias serão acionadas para cuidar dos abusos. "Será necessária uma ação conjunta entre quatro secretarias para tomarem as devidas providências: secretaria de Obras; Serviços Públicos ; Meio Ambiente e Saúde Sanitária e também o Ministério Público”, disse o vereador. 


Foram constatados irregularidades com poluição sonora, acúmulo de lixo em área de utilização pública; chorume ao céu aberto exalando mal cheiro provocado pelo armazenamento irregular do lixo; crescimento desordenado do hotel, sem projetos arquitetônicos complementares; utensílios de cozinha sendo transportados em carrinhos de mão em vias públicas; desmatamento de áreas pelo estabelecimento para uso próprio e utilização de área pública para finalidade particular. 


Após a visitação e fiscalização ao local, os vereadores encaminharão aos órgãos competentes um relatório sobre a inspeção. O protocolo das denúncias deve ser realizado na próxima semana.
Fonte: Secretaria de Meio Ambiente de Porto Seguro, com informações da Câmara Municipal de Porto Seguro

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534

ALALO