TRE faz reunião para falar sobre as eleições 2018



Na última quarta-feira (03), uma reunião ocorrida no Fórum Antônio Osório de Menezes, tratou dos últimos preparativos para a realização das eleições no dia 07 de outubro, nos municípios de Porto Seguro, local da reunião, e Santa Cruz de Cabrália.

Cerca de 30 pessoas estavam presentes na reunião. Entre eles, o Ministério Publico Estadual, representado pelos promotores Dr. Wallace Carvalho Mesquita de Barros e a Dra. Michelle Roberta Souto; a Polícia Militar, OAB, representantes de partidos e correligionários, além de Dr. André Strogenski e Dr. Tibério Coelho Magalhães, juízes eleitorais das duas cidades, que conduziram a pauta.

Dr. Andre Strongeski agradeceu a presença de todos e iniciou a reunião falando do consumo de álcool no dia 07 de outubro. “É facultativo cada município decidir sobre o consumo de bebida alcoólica no dia da eleição. Temos duas cidades turísticas, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, e nós não temos condições de fiscalização, pois se trata de locais com grande quantidade de estabelecimentos para o consumo, sendo assim, fica permitido nos municípios, exceto em um raio de 100 metros dos locais de votação”, disse o magistrado.

Logo em seguida Dra. Michele Roberta falou sobre os adesivos nos carros, explicando que nenhum tipo de adesivo, independente do tamanho, é permitido no dia da eleição. “O carro que tiver usando esse tipo propaganda eleitoral poderá ser apreendido, podendo render multa e até prisão do condutor”.

Outro assunto muito debatido nesse processo eleitoral, que esteve em pauta, foi as fakes news.  Dr. Tibério Coelho, falou sobre o assunto chamando a atenção para o que é enviado e recebido pelos aplicativos de mensagens e difundido nas redes sócias. “As fakes news, infelizmente fazem parte das eleições. Mensagens são difundidas para tumultuar o processo eleitoral. O último absurdo que eu recebi foi informando que o eleitor que não fez a biometria poderia votar. Deixo bem claro que isso é mentira. Somente quem fez a biometria poderá votar nessas eleições, tanto no primeiro, como no segundo turno”, deixou bem claro o juiz eleitoral.

Durante a reunião, muitos representantes tiraram dúvidas. Olívia Stoco, advogada, avaliou a reunião como positiva. “Nós estamos aqui para tirar dúvidas e entender o que pode e o que não pode no dia da eleição. Acredito ser de grande valia este momento”.

No final da reunião, Dr. André Strogenski lembrou que as denuncias devem ser feitas no cartório eleitoral ou através do aplicativo Pardal. “Todas as denúncias que foram feitas, tanto presencialmente no cartório ou através do aplicativo estão sendo apuradas”, além de pedir a colaboração de todos os eleitores para que a tenhamos uma eleição tranquila.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534

ALALO