Anuncio topo site

Topmais

ultimas

6/recent/ticker-posts
Supermoda

Corpo de suspeito que morreu em ação policial no Rio Jequitinhonha veio para ser necropsiado em Porto Seguro por falta de legista em Eunapolis



No final da manhã desta quarta-feira (13/01), a Polícia Militar recebeu uma denúncia que um casal estava cometendo vários crimes com armas de fogo na região.
As guarnições deslocaram para averiguação dos fatos em seguida chegou uma informação de que o mesmo casal teria roubado uma lancha próximo a Canavieiras, também amarrando o proprietário, causando agressões físicas e psicológicas.

 Após incursões a pé e em embarcações no leito do rio, num dado ponto fora avistado o barco roubado, bem como um indivíduo com as características da denúncia próximo à Usina Hidrelétrica de Itapebi.

Os policiais deram a voz de abordagem ao indivíduo, a qual não foi obedecida, momento em que o suspeito sacou uma arma de fogo e passou a disparar contra as guarnições.

Houve uma troca de tiros e o suspeito foi atingido de imediato prestado socorro ao mesmo, a princípio sendo transportado de lancha, que era o meio mais rápido devido ao difícil acesso, posteriormente, de viatura até o Hospital de Itapebi, onde foi 

constatado o óbito pelo médico plantonista.

A lancha foi apresentada na delegacia de Itapebi, onde o proprietário já se encontrava.

Segundo informações, o suspeito foi identificado como sendo Geovane Nascimento da Silva, 25 anos, o corpo foi levado para o IML de Eunapolis, mas por falta de legista, foi necessário trazer o corpo para Porto Seguro nesta quinta feira para que seja feito os procedimentos de necropsia e liberar para sepultamento.


Com informações do via41