Jovens Mal Comportados Expulsos De Voo Da Azul Para Porto Seguro



Um grupo de 52 estudantes foi obrigado a abandonar um avião da Azul que sairia do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na cidade de Belo Horizonte (Minas Gerais), com destino a Porto Seguro, estância balnear do estado da Bahia, devido a mau comportamento.

O Jornal ‘Folha Vitória’, que se publica no Estado do Espírito Santo, na sua edição digital, adianta que a ordem de expulsão dos estudantes foi dada após um aluno tentar fotografar a calcinha de uma comissária de bordo.




A situação gerou revolta em vários estudantes, especialmente aqueles que não tinham participado da bagunça. De acordo com a estudante Isadora Murta, a viagem já vinha sendo planejada há bastante tempo.

De acordo com Bruno Ferreira, irmão de um dos passageiros, o grupo foi obrigado a desembarcar por mau comportamento. “Eles estavam fazendo algazarra dentro do voo, cantando músicas altas, com palavrão, e foi alegado também que um deles tentou tirar uma foto debaixo da saia de uma aeromoça. Foi então que mandaram todos saírem e os soltaram no saguão do aeroporto.”

A viagem faz parte de um pacote turístico e cada estudante pagou cerca de 2.500 reais. Após o impasse, parentes dos jovens tiveram de negociar com a companhia aérea que, cinco horas depois, autorizou o voo para Porto Seguro. A condição para que a viagem fosse realizada era que de o grupo embarcasse e permanecesse em silêncio durante o voo.

Em nota, a Azul informou que o voo saiu com atraso do aeroporto de Confins devido ao comportamento inapropriado de alguns clientes que estavam a bordo durante o taxiamento da aeronave.


Matéria publicada pela ‘Folha Vitória’ com informações do Portal R7