Porto Seguro confirma caso microcefalia no Hospital Luis Eduardo Magalhães



No dia 11 de novembro uma índia deu entrada no Hospital Luis Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, com seu filho que nasceu horas antes, em casa, numa aldeia. A criança chegou em estado grave e recebeu prontamente todo o atendimento necessário da equipe do Hospital, sendo de imediato transferida para a UTI neonatal. Desde então houve a suspeita de que ela tivesse microcefalia.

A microcefalia é uma condição rara em que o bebê nasce com o crânio do tamanho menor que o normal. Para crianças que nasceram com nove meses de gravidez, o esperado é que tenham pelo menos 34 cm de circunferência. De acordo com o Ministério da Saúde, bebês que nascem com circunferência da cabeça igual ou menor a 32 cm têm a malformação.

A criança que nasceu em Porto Seguro tem o crânio de 27cm, portanto possui a doença. A investigação da origem da malformação é responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde, e de acordo com Márcia Quaresma, superintendente de Vigilância Epidemiológica do município, as causas já foram investigadas e a relação com dengue ou Zika vírus está descartada, pois a mãe afirmou não ter tido a doença ou sintomas da mesma durante a gravidez.

O bebê que completa um mês essa semana, já saiu da UTI, e segundo informações do Hospital Luis Eduardo, ele está no alojamento conjunto e passa bem.


Por: Assessoria de Comunicação - Hospital Deputado Luis Eduardo Magalhães