» » Produtor rural é sequestrado e ferido a bala pelos criminosos em Camacan

RAAAAL6N_EG4TSviVRH2jlCw82uLfnMsyGEobf3icQBLLaSxFnKb0QUR1xtytj-70lHNVvNg7HC_kPZJ6VnHyY5wp-oecgKXpT7W5WGOoZ7yNGezAJtU9VAnYUDWBCAKyN1wJMosz5UQ8i3lJw

O produtor rural Moacir de Souza, residente na Avenida dos Pioneiros em Camacan, foi vítima de sequestro por dois criminosos armados, na manhã desta quinta-feira (14), quando saia de sua residência, nas proximidades do Centro de Atenção Psicossocial,(CAPS), nas proximidades da Passarela dos Estudantes. Segundo informações, ao ser abordado pelos marginais, a vítima teria reagido e foi alvejada com um tiro que pegou de raspão na testa, e um segundo disparo que transfixou a região torácica.
Segundo informações do Major Robson Valadares em entrevista à reportagem d’o O Tempo Jornalismo, o corretor, saia da sua residência por volta das 08:30 à bordo de seu veículo um ECO ESPORT, quando foi rendido pelos bandidos. Após a abordagem, a dupla levou a vítima ferida sentido a Itabuna pela BR-101.
De posse das informações o Comandante Valadares, acionou seu efetivo policial, dando início as diligências. Chegando ao município de São José da Vitória, as guarnições montaram barricada na estrada mas ao avistar a força policial, os bandidos abandonaram a vítima e o veículo e caíram no matagal. A partir deste ponto a polícia não teve exito quanto a captura dos sequestradores.
A vítima foi encaminhada para o Hospital de Base em Itabuna, onde foi socorrida e medicada. Ainda na tarde desta quinta-feira, a Cipe Cacaueira, estava fazendo diligências na BR-101, com o intuito de encontrar a dupla que desapareceu se embrenhando pela mata. O major Robson Valadares, informou que a vítima já está em casa e passa bem, e alerta que em caso de assalto, as vítimas nunca devem reagir. A polícia civil de Camacan também já entrou no caso e investiga o paradeiro dos sequestradores, para que assumam responsabilidades.

otempojornalissimo

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar Esta Notícia

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.