» » » » » Cantor Gospel de Porto Seguro participou de clipe com cantores famosos

foto reprodução
O jovem cantor Gospel, Pedro Henrique,morador de Porto Seguro, participou de um projeto nacional coordenado pelo Maestro musical Ronald Fonseca que foi integrante do grupo Toque no Altar e foi fundador e um dos principais integrantes da banda Trazendo a Arca.

 O clipe foi feito a partir da Música "Se a Nação Clamar" de autoria do Cantor Davi Sacer.




A música trás um convite  de clamor pela nação Brasileira, e se refere aos que celebram com a dor da nação e se alegra com o mal.

Entre os participantes do Clipe estão os cantores :Fernadinho, Davi Sacer, Ana Nóbrega Nívea Soares, Isadora Pompeo, Daniela Araujo e ainda teve a participação do Pastor Americano, Donnie Mclurking.

Nossa reportagem conversou com o cantor Pedro Henrique, que falou da idéia do Clipe da e o privilégio de ser incluso entre os demais artistas.

A ideia principal do clipe é dar um "sacode" na nação, mais especificamente a nação Brasileira cristã! Nossa finalidade está além de um partido político ou de determinado ponto de vista. Estamos buscando despertar a igreja para este tempo, tempo de clamarmos pela nação! Pelo Brasil, pra que o Senhor tome a direção do nosso país!.

O convite me foi feito pelo Produtor do clipe, e já consagrado produtor Ronald Fonseca, quem me deu a honra de participar desse lindo projeto. O Ronald é ex integrante do trazendo a arca (ministério apascentar) e um produtor musical muito reconhecido no meio gospel.

Pra mim foi uma honra  imensa participar desse clipe. Estar incluso num time de peso como este para a cima de qualquer coisa, declararmos e profetizarmos bênçãos para o Brasil, foi algo maravilhoso. Um real presente de Deus. Creio que esse clipe irá abençoar muitas vidas, é atingir o objetivo, que é despertar a nação para este tempo. Peço que orem pelo Brasil! Orem por nossa nação!.

Encerrou Pedro Henrique.



«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

1 comentários:

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.