» » » » Dia da Mulher Trabalhadora Rural é celebrado com avanços

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), celebra, neste sábado (15), com as mulheres trabalhadoras rurais o seu dia. Há 17 anos é celebrado o Dia Mundial da Mulher Trabalhadora Rural. A data foi estabelecida durante a 4ª Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a Mulher, no ano de 1995.



A grande contribuição da mulher no trabalho rural acontece principalmente em relação à agricultura familiar. A Bahia tem mais de 1,9 milhão de mulheres residindo e produzindo no campo, de acordo com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/2013). Esse número demonstra a expressiva demanda por políticas públicas específicas.

Nos últimos anos, as agricultoras vêm ganhando espaço na execução de políticas públicas do Estado da Bahia. A SDR, desde a sua criação, vem discutindo e buscando construir políticas que atendam às reivindicações das mulheres trabalhadoras rurais, por meio da Assessoria Especial de Mulheres, favorecendo o protagonismo das mulheres rurais na sociedade e apoiando ações em favor da inclusão social e econômica.

De acordo com o titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, essa é uma justa homenagem à mulher rural, que contribui de forma decisiva com a produção da agricultura familiar no Brasil, segmento responsável por 70% dos alimentos que chegam às mesas das famílias brasileiras. "A participação da mulher, na produção de alimentos da agricultura familiar, é fundamental para garantir a soberania alimentar e segurança nutricional das famílias, por isso a SDR vem se empenhando na execução de políticas públicas que garantam a geração de renda e autonomia dessas mulheres, que tanto contribuem para o desenvolvimento rural sustentável".

Políticas específicas

Entre as ações que se destacam estão a inserção do critério de gênero nos editais do Bahia Produtiva e no Pró-Semiárido, projetos executados pela Companhia de Desenvolvimento Regional (CAR). A quantidade de mulheres nas associações e cooperativas garante pontuação na seleção dos subprojetos do Bahia Produtiva, que no primeiro ano de execução já beneficiou cerca de oito mil mulheres. A Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) também vem priorizando a mulher em seus editais de chamada pública de assistência técnica e extensão rural (ATER), estabelecendo que 30% dos seus beneficiários sejam de mulheres.

De acordo com a assessora especial de Políticas para Mulheres da SDR, Joseane Cruz, esse não é um dia somente de comemoração, mas também de mobilização mundial para dar visibilidade ao trabalho da mulher no campo e sua contribuição na produção e comercialização dos produtos da agricultura familiar. “O Dia Mundial da Mulher Rural é uma data importantíssima para nós da SDR e vem coroada por um momento de intensa mobilização em todo o estado da Bahia e pelo Brasil, para garantir a soberania e segurança alimentar mundial, ao mesmo tempo que reconhece o papel fundamental da agricultura familiar e das mulheres nesse processo”.

O projeto Pró-semiárido e a mulher rural

As mulheres rurais serão atendidas, de forma efetiva, pelo Pró-semiárido, por meio da inclusão e estímulo à participação efetiva em todas as etapas do projeto, dando visibilidade às atividades por elas desenvolvidas e motivando a participação nas capacitações tanto para produção como para gestão administrativa e financeira dos empreendimentos, construindo o protagonismo das mulheres nessas atividades.

De acordo com Beth Siqueira, assessora de Gênero do projeto, mais do que integrar as mulheres em um determinado processo de desenvolvimento, o objetivo é construir e estabelecer, na execução do trabalho, uma forma nova de agir. “Trata-se de modificar aquelas relações de poder baseadas na subordinação das mulheres que perpetuam a opressão e exploração, sobretudo das mulheres pobres, negras e indígenas”.

O Pró-semiárido pretende atuar na perspectiva de diminuir as desigualdades de gênero e se propõe trabalhar na expectativa de promover a equidade de gênero e o empoderamento das mulheres. Serão criados espaços de diálogo e troca de conhecimentos e práticas entre as mulheres nas comunidades para fortalecer a equidade de gênero e, na busca de valorizar a mulher como sujeito de direitos, será viabilizada a sua participação nos processos de formação de cunho técnico, organizativo e político.

O Dia Internacional da Mulher Trabalhadora Rural

A escolha desse dia, para celebrar a mulher no meio rural, na véspera do Dia Mundial da Alimentação, foi a forma de dar mais destaque ao papel que as mulheres do campo desempenham na garantia da segurança alimentar e na erradicação da pobreza no meio rural.

Ascom

«
Nex
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Comentar Esta Notícia

Comentários com palavras de baixo Calão ou que ofenda a moral de alguêm não serão liberados.