CRESCE PROCURA POR INTERCÂMBIO COMO DIFERENCIAL PARA FORMAÇÃO


Alunos investem em vivência internacional para se qualificarem mais para o mercado de trabalho

O número de estudantes que buscam o intercâmbio como um diferencial na formação e, posteriormente, para concorrerem a melhores postos no mercado de trabalho mais que dobrou em 2017, em relação ao ano passado, na Unijorge: 19 alunos este ano contra 8 no ano anterior. Mateus Araujo, estudante do 6º período de Engenharia, está pronto para cursar um semestre na Universidade do Porto, em Portugal. “Terei acesso a matérias que não existem na grade curricular brasileira, como Obras Subterrâneas, e me formar com um diferencial em relação a outros profissionais da área”, conta.

Já Maria Laura Batista, do 4º período de Relações Internacionais, ficará um semestre na ISC Paris. Ela está em busca de novas vivências culturais e acredita que a experiência será única e enriquecedora para sua formação. “Gosto de me comunicar com diversas culturas, conhecer pessoas e me dedicar ao conhecimento. Estou muito ansiosa por aprender mais sobre economia internacional e o apoio da Unijorge foi fundamental para a realização desse sonho”, diz.

O intercâmbio da instituição pode se estender por seis meses ou um ano, a depender da escolha dos estudantes. Joana Avena, coordenadora do Escritório Internacional da Unijorge, explica que a vivência no exterior é um divisor de águas para o aluno que tem a oportunidade de passar por essa experiência. “Na vida acadêmica, o aluno conhecerá outras metodologias de ensino e de pesquisa. Na vida profissional, funcionará com um importante diferencial no currículo, já que o mercado de trabalho – cada vez mais competitivo e globalizado – exige competências que são adquiridas com a vivência internacional, tais como adaptabilidade, visão multicultural e planejamento estratégico. Em termos pessoais, contribui para a autoconfiança, amadurecimento e autoconhecimento. A experiência no exterior torna o aluno mais seguro e preparado”, diz.



O programa de intercâmbio da instituição existe desde 2008 e até hoje já proporcionou vivências no exterior a mais de 100 estudantes.

Fonte:
Maria Laura Batista, aluna de RI
Contato: (71) 99941-4470

,