Advogada acusada de matar marido que era policial Militar atuava em Porto Seguro e Cabrália, foi presa em Minas Gerais



Foi presa no dia 26/03/ 2018 em contagem, Muryel Cordeiro Farias Soares 35 anos. ela foi condenada a 15 anos e dois meses de prisão em regime fechado pela morte do cabo André ( seu marido ). o fato ocorreu na data de 07/02/2009 na av. Rio Doce no bairro São Paulo, onde a vítima estava deitada no sofá da sala e foi alvejado por um disparo de arma de fogo que atingiu a cabeça da vítima que veio a óbito no local. 



A autora( Muryel ) tinha um mandado de prisão em seu desfavor e foi presa na av. João Gomes Cardoso bairro novo progresso na cidade de Contagem em Minas Gerais. segundo informações um morador do bairro colorado viu uma mulher em atitudes suspeitas andando pelas ruas onde ele se aproximou e em conversa com a mesma ela relatou se chamar "Bruna". o morador desconfiou e diante da situação acionou a pm que de posse das características abordou a autora que ao ser indagada confirmou que se chamava bruna. não foi encontrado nenhum nome referente ao que a autora falou e ela resolveu falar o nome verdadeiro ( Muryel ). neste momento foi dada voz de prisão pois havia um mandado de prisão em desfavor da mesma. ela foi conduzida para delegacia local. ponto positivo para a PM mineira que apura todas as denúncias passadas.

Segundo Informações, Muryel foi julgada e condenada  á 19 anos em regime fechado, os advogados recorreram e após quase dois anos na cadeia, foi solta para aguardar  o resultado em liberdade.


Quando saiu o novo resultado da sentença , Muryel já estava foragida


No período que ficou foragida Muryel cursou direito e chegou atender em Porto Seguro e Cabrália como advogada. 

Com informações de: Comando Geral

Veja abaixo reportagem completa do caso.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534