Familiares buscam informações de adolescente desaparecido após perseguição policial



Familiares buscam informações do adolescente Luciano Aguiar de Moura, de 17 anos, que está desaparecido há três dias. Luciano é morador do distrito de Arraial d’Ajuda, em Porto Seguro, mas a família descobriu que ele teria vindo à festa de aniversário de um amigo em Eunápolis, na noite de quarta-feira (25).“Amigos nos contaram que depois da festa eles retornaram para Arraial em um carro e Luciano em uma moto modelo XRE, cores branca e prata. Sabemos que essa moto não era dele”, informou a prima do adolescente, Mariana Oliveira Gomes.


Ela contou ainda que foi informada que a moto conduzida por seu primo e o carro onde estavam seus amigos passaram a ser perseguidos por policiais militares da Rondesp-Sul, por volta de 1h da madrugada de quinta-feira (26), próximo ao Posto Cabral, na BR-101, zona urbana de Eunápolis, após o grupo ignorar um sinal para que parasse.Segundo Mariana, os amigos de Luciano conseguiram fugir e chegaram a Arraial d’Ajuda. “No mesmo dia 26, por volta das 20h, três viaturas da Rondesp realizaram uma batida em uma casa aqui de Arraial e apreenderam um carro roubado. Testemunhas nos contaram que o Luciano estava em uma das viaturas da polícia que esteve no local”, relatou ela.Maria disse que a família já esteve em delegacias, hospitais e institutos médicos legais da região, mas não conseguiu nenhuma informação sobre o paradeiro de Luciano. A família já registrou o caso na Delegacia de Arraial d'Ajuda e no Ministério Público de Eunápolis.

A reportagem entrou em contato com o comando da Rondesp-Sul, em Eunápolis, que ficou de retornar a ligação. Até o fechamento desta notícia, nenhum posicionamento havia sido dado.

Por:radar64

Abaixo relato da mãe do adolescente enviado para a nossa redação:


Bom dia! Me chamo Betânia Aguiar...
Venho pra poder relatar um caso que envolve um desaparecimento de um menor (meu filho) e que envolve policiais da rondesp de eunapolis.. na madrugada do dia 26/04 por volta das 3 da madrugada  meu filho estava  numa moto e seus amigos num carro...voltando do distrito de mundo novo..e em frente ao posto cabral ja em eunapolis..foram perseguidos por uma guarniçao da rondesp..os ocupantes do carro conseguiram evadir-se do local enquanto meu filho desapareceu, assim como a moto tb..os ocupantes do carro retornaram pra o arraial e informaram a minha familia o ocorrido e que provavelmente os policiais deveriam ter pego meu filho...na mesma manhã eu eo pai do meu filho fomos ate eunapolis na delegacia procurando saber se havia alguma ocorrencia a respeito e envolvendo um menor..os policiais disseram nao saber de nada..Então fomos ao batalhao, hospital e ate em iml e nao obteve respostas.. passamos o dia inteiro em eunapolis a procura do nosso filho e nada..qnd foi a noite ja em arraial dajuda..fomos  informados que duas viaturas da rondesp estavam na area..e que essas viaturas foram ate um endereço e acharam o carro da noite anterior ( carro que parece ser roubado)..como esses policiais iam saber do endereço exato sem informaçao? Achamos que meu filho esteja em poder dos mesmos..
fomos ate os policiais e eles negaram saber sobre algum menor..ate pediram pra  olharmos o  interior das duas viaturas...e nada...qnd foi mais tarde recebemos uma visita de uma pessoa que disse ser morador do bairro onde os policiais acharam o carro e viu com toda certeza meu filho dentro de uma das viaturas e conheceu ate a tatuagem no braço que meu filho tem..ontem fomos ao ministerio publico de eunapolis e demos queixa junto ao promotor Dr Joao...onde tb levamos a testemunha.
Dr joao entrou em contato com o comandante geral da rondesp em salvador e o mesmo entrou em contato com o comandante da rondesp sul em itabuna..onde o mesmo disse ao promotor que nas ocorrencias nao existia a presença de menor algum...o promotor relatou sobre onde aconteceu a ocorrencia e ate onde os policiais conseguiram chegar no veiculo
..o promotor exigiu a presença desse menor ate as 17:30 de hj sexta..o que nao aconteceu..o promotor nos disse o seguinte: se o menor ainda estiver com os policiais..ele acredita que os mesmos nao farão nada com o meu filho ,e que no fim dessa suposta diligencia e investigaçao , eles devem apresentar  meu filho...mas, se  ja estiver morto..irá incriminar os policiais por homicidio e ocultaçao de cadaver..
Meus amigos pedimos encarecidamente que nos ajude..a familia inteira esta sofrendo...se o meu filho errou tudo bem, que pague pelo que deve, mais que pague vivo..nos ajude a divulgar isso..pois entrei em contato com os blogs policiais daqui da regiao..como o radar64, bahia dia a dia e outros e creio que por ter policiais envolvidos eles nao postaram o desaparecimento


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534

ALALO