Autoridades se reúnem para o lançamento da Rede de Prevenção à Violência Contra à Mulher em Porto Seguro.



Uma cerimônia realizada nessa quarta-feira (28/11) lançou em Porto Seguro o Programa Rede de Prevenção à Violência Contra a Mulher. O evento aconteceu no Porto Seguro Eco Bahia Resort e contou com a presença da Prefeita de Porto Seguro Claudia Oliveira, da juíza da 2ª Vara Crime, Michele Quadros; da Secretária de Assistência Social, Lívia Bittencourt; da delegada da DEAM, Teronite Silva; da promotora, Lair Farias Azevedo; da coordenadora regional de Polícia Técnica, Virgínia Guimarães, além do defensor público, Matheus Mazzili Fassy, vereadores e pessoas engajadas nesta missão. 


O comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar (8ºBPM) e idealizador do projeto, Major Anacleto França, defendeu durante o evento a união das polícias civil e militar, judiciário, órgãos de Assistência Social e Poder Público Municipal com o objetivo de se estabelecer um ciclo que se inicia no atendimento da ocorrência de violência doméstica até a punição rápida do agressor. Para isso, o comandante informou que está efetuando o treinamento dos policiais militares e que o CICOM (Cento Integrado de Comunicação) já disponibilizou o número (73) 3162 7750 com atendentes devidamente preparados para dar andamento às ocorrências de forma rápida e objetiva. Por meio desse número, a vítima também poderá cadastrar o seu telefone e mesmo que ela efetue uma ligação e essa não seja completada, os policiais irão ao local para averiguar o que está acontecendo.

A Prefeita Claudia Oliveira também usou da palavra e parabenizou o comandante do 8ºBPM pela iniciativa. A gestora colocou que o município está à disposição para ajudar e anunciou que já existe uma casa de acolhimento localizada em Itabuna e mantida pelo Governo Estadual onde a cidade de Porto Seguro tem à sua disposição 40 vagas para o atendimento de mulheres que sofrem violência doméstica. A Prefeita ainda colocou que em 2019 estará realizando estudos para a implantação de uma Casa de Acolhimento Municipal em Porto Seguro onde as vítimas terão atendimentos médico e psicológico e um total apoio das autoridades para a punição dos agressores.


Todas as autoridades presentes elogiaram a iniciativa do Major Anacleto França e se colocaram à disposição para ajudar a agilizar os atendimentos no intuito de acolher as vítimas e impedir que as mesmas continuem sofrendo dentro de suas casas ou até sendo mortas com a elevação da gravidade das agressões sofridas. Também ficou decidido que serão realizadas reuniões constantes para se discutir avanços nos atendimentos e uma maior interação de todas as entidades envolvidas.


ASCOM.8ºBPM-PORTO SEGURO

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534

ALALO