Obaianao ao Vivo, você pode sugerir transmissões 73-98186-8534

Seguro de Vida: seguradoras devem atualizar serviços para cobrir pandemia de coronavírus



Com o atual cenário mundial, muitas empresas passaram a cobrir a morte por vírus. Entenda!

A contratação de um seguro de vida é essencial para diferentes momentos da vida. Seja para a proteção financeira de seus familiares ou para garantir a qualidade de vida diante de um caso de invalidez por uma doença grave, o fato é que todos devem entender sua importância.

Embora seja muito útil para diversas situações, alguns casos específicos não entram - ou pelo menos não entravam - na cobertura das seguradoras, como é o caso das pandemias.

No entanto, diante do atual cenário em que o coronavírus já atingiu mais de 3 milhões de pessoas no mundo inteiro e tem acometido milhares de vidas diariamente, muitas empresas optaram por adicionar a cobertura de morte por vírus.

Mas, quais são os reais impactos dessas medidas? O que muda para quem já tem o seguro? Tire essas e outras dúvidas a seguir!
O que é um Seguro de Vida?

Antes de mais nada, é preciso entender o que é um seguro de vida e qual a sua importância para quem o contrata.

Um dos produtos securitários mais importantes do mercado, o seguro de vida nada mais é do que uma garantia oferecida por empresas de seguro, contratada mediante pagamentos mensais, que oferecem uma indenização financeira em caso de morte ou outras situações previstas em contrato.

O pagamento do capital é feito para um ou mais beneficiários, que recebem caso o próprio contratante não possa receber.

Quais as principais coberturas?

É importante ressaltar que as coberturas do seguro de vida são determinadas de acordo com o plano contratado. Dentre as situações de cobertura mais comuns, podemos destacar: 

  • Morte por causas naturais ou acidentais;
  • Invalidez por acidente, seja ele de trabalho ou não (total ou parcial); 
  • Despesas médicas hospitalares e odontológicas;
  • Diárias por internação hospitalar;
  • Auxílio ou assistência funerária;
  • Doenças graves (câncer, acidente cerebral vascular e outras).

Além dessas, outras situações podem ser incluídas no contrato. Como exemplo, podemos citar o pagamento de dívidas, despesas educacionais, quitação de imóvel e outras proteções financeiras.

O que muda com o coronavírus?

Com o crescente número de mortos pelo coronavírus, muitas pessoas passaram a se perguntar se o seguro de vida cobriria ou não essa situação. 

De fato, o seguro tem como principal objetivo cobrir causas previsíveis. Em situações de pandemia, assim como nas catástrofes naturais, os riscos são incalculáveis e, portanto, geralmente são excluídos das apólices.

No entanto, a situação está cada vez mais caótica, gerando uma comoção mundial. Por isso,  como forma de dar um conforto a população, as seguradoras optaram por incluir cláusulas que passam a cobrir a morte por vírus. 

Embora este seja o pior dos cenários, quem estiver com o pagamento do seguro em dia, pode contar com o auxílio financeiro para seus beneficiários em caso de falecimento. 

A medida foi adotada até o momento por grandes seguradoras como o Itaú Seguros, Zurich Santander e BB Seguros, mas a tendência é que as demais também alterem seus contratos. 

Por que contratar um Seguro de Vida?

Muitos fatores têm despertado a consciência para a contratação de um seguro. Muito além de um amparo financeiro para sua família, quem opta por contratar o produto garante um preparo maior para qualquer situação adversa. 

Conheça os principais motivos para adquirir sua apólice: 

Estabilidade para seus dependentes

O seguro de vida é algo que contratamos torcendo para nunca precisar. No entanto, é preciso pensar em todos aqueles que ficam, em caso de algo acontecer. 

Por mais desconfortável que pareça pensar dessa forma, é preciso garantir que, mesmo com uma partida repentina, seus familiares não estarão desamparados, principalmente no que diz respeito às questões financeiras. 

Em caso de morte natural, acidentes ou até mesmo para o caso de invalidez, sendo você o responsável financeiro da casa, o pagamento da apólice ajudará para que nada falte, inclusive com amparo para questões funerárias.

Reembolso de despesas médicas

Apesar de não ser a sua principal função, o reembolso de despesas médicas hospitalares e odontológicas também são feitos para quem possui um seguro de vida

Caso o beneficiário precise ser internado em um hospital ou clínica particular, a proteção cobre todos os gastos médicos, sem que isso precise sair do seu bolso ou desfalcar aquela reserva que você tinha. 

Liberação mais rápida aos familiares

Por não ser considerado uma herança e portanto, não entrar no inventário de bens, o pagamento da apólice é feito de forma mais rápida aos beneficiários, sem que haja a obrigatoriedade do pagamento de impostos. 

Diante de uma situação tão delicada quanto a que o mundo está enfrentando, poder contar com um seguro de vida traz uma tranquilidade - ainda que mínima - para aqueles que sofrem a perda de um ente querido. 

No mais, o melhor a se fazer é cuidar de si e praticar a empatia para com o resto da população, respeitando as recomendações de saúde para que logo tudo volte a ficar bem!

Beatriz Souza

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Aqui

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534