VEJA VÍDEO: Novo deslizamento de rocha aumenta a preocupação dos moradores do Córrego do Ouro em Guaratinga


Um novo deslizamento de pedra no Córrego do Ouro, região rural do município de Guaratinga aumentou ainda mais a preocupação dos moradores. No final da tarde desta segunda-feira (04), um pedaço de rocha se soltou e se arrastou em meio a uma pequena mata de uma propriedade rural, a mesma que há poucos meses atrás sofreu danos por conta de um deslizamento de pedra, que provocou prejuízos aos agricultores localizados na área.

Dessa vez, a pedra se desprendeu de uma altura de cerca de 80m, porém não deixou danos, diferente do último pedaço de rocha que se desceu e tinha proporções maiores, com aproximadamente 100m de largura, 50m de altura e 10m de espessura e um peso estimado em mais de 700 mil toneladas.

Depois do último desprendimento da rocha, os moradores ficaram aflitos com a situação, pois segundo eles, após o primeiro deslizamento, vários estrondos foram ouvidos e depois deste, os barulhos continuam como se fossem “tiros”.

“Era por volta das 14:00h dessa segunda-feira, quando a pedra começou a emitir pequenos estouros. Eu e outro amigo estávamos trabalhando na roça de cacau e decidimos sair imediatamente. As 17:10, foi um barulho enorme e o pedaço da rocha desceu de vez, se despedaçando e criando uma extensa nuvem de fumaça que cobriu toda plantação. Estamos muito preocupados, por que os estouros não param de acontecer e presumimos que um novo deslize pode acontecer e até mesmo com maior gravidade”. Explicou o morador da região, Aldo Assis.



“Não podemos mais ficar nessa situação sem saber o que está acontecendo. Vamos nos unir com os demais fazendeiros e procurar as autoridades competentes para analisar tudo isso. Moro em frente a esta rocha. Sempre presenciei os estouros, assim como os dois últimos deslizes. Pelo que tudo indica um novo desprendimento de pedra poderá acontecer a qualquer momento e pelo que podemos observar, com um pedaço de rocha bem maior que os outros dois o que poderá acabar com nossas roças, animais e residências próximas”. Afirmou Edivaldo Bananeira, proprietário da localidade onda a causa natural vem acontecendo.
Na manhã dessa terça-feira (05), Aldo Assis, Edivaldo Bananeira e outros três proprietários da região estiveram na prefeitura de Guaratinga e conversaram com chefe da Defesa Civil local, Cristiano Araújo Pereira, que prestou todo atendimento aos fazendeiros. A prefeita Christine Pinto também recebeu em seu gabinete os produtores rurais e garantiu o apoio necessário para que a Defesa Civil desenvolva todo trabalho necessário.

De acordo com a Defesa Civil local as informações já foram repassadas a central da Defesa Civil em de Brasilia/DF, que garantiu que nos próximos dias estará encaminhando um técnico responsável para avaliar a situação e emitir parecer. Enquanto isso, a recomendação e de que se evite a aproximação de pessoas no local e que os proprietários evacuem os animais das proximidades.





Por: Estevão Silva – guarananet.com

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534

ALALO