> Empresário investigado por matar a esposa na Bahia é preso em Minas Gerais; ele ligou para mãe da vítima e confessou o crime | OBAIANAO

Empresário investigado por matar a esposa na Bahia é preso em Minas Gerais; ele ligou para mãe da vítima e confessou o crime


Uma operação das Polícias Civil de Minas Gerais e da Bahia terminou com a prisão de um empresário investigado por matar a ex-esposa a tiros em 23 de setembro de 2019. O homem foi encontrado nesta quarta-feira (6) em Verdelândia (MG), mas o crime ocorreu em Brumado (BA). Eles têm uma filha de 10 anos.

Segundo a Polícia Civil, antes de fugir, o empresário do ramo de transportes ligou para a mãe da vítima confessando o assassinato. O homem, de 44 anos, estava escondido em um sítio e apresentou um nome falso ao ser abordado. Vários documentos com a foto dele e dados falsificados, como CPF e Certidão de Nascimento, foram encontrados na propriedade. O G1 não conseguiu localizar a defesa do investigado.


Após rastreamentos, os policiais conseguiram identificar que o empresário estava no sítio no Norte de MG, que fica a cerca de 400 quilômetros do local onde o feminicídio ocorreu. Uma operação foi montada e com o uso de um drone a equipe conseguiu visualizar o carro dele estacionado em frente ao esconderijo. Logo em seguida, foi feita a abordagem.


Além dos documentos falsos, os policiais apreenderam celulares, dinheiro e o carro, que tem origem suspeita.


O crime aconteceu na casa da vítima, identificada como Ariane dos Reis Santos, por volta das 20h, no Bairro do Esconso, em Brumado. O corpo dela foi encontrado no local e levado para o Instituto Médico Legal da cidade.

De acordo com o delegado Leonardo Soares, a mãe de Ariane contou em depoimento à polícia que o suspeito ligou para o telefone da casa dela e confessou o crime. O homem não chegou a dizer a motivação do homicídio.

O delegado informou que um advogado do suspeito se apresentou na delegacia de Brumado e contou que o cliente disse que matou Ariane dos Reis de forma acidental, após uma discussão.

No dia 27 de setembro, a Justiça expediu um mandado de prisão preventiva contra o investigado. “Ele efetuou disparo de arma de fogo contra a mulher e ligou para a mãe da vítima, para avisar que havia cometido o crime. De imediato, solicitamos a sua prisão e ele já é considerado foragido da Justiça”, disse o delegado por meio de nota emitida pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia.

Por G1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534